Portal NippoBrasil - OnLine - 17 anos
Arquivo NippoBrasil: Zashi - Destaques

Destaques: NippoBrasil
    

SEMPRE ZEN
Matéria publicada no Zashi edição 2 - Outubro de 2007

A maravilha de não ter privilégios

(Por Venerável Mestre Hsing Yun*)

Há um ditado que diz: “Não ter privilégios é, na verdade, um privilégio.”. A maioria das pessoas, contudo, prefere ser privilegiada, e não o contrário. Como ninguém gosta de receber o pior pedaço do bolo, aqueles que sempre querem ser mais privilegiados certamente serão desprezados. Por isso, ao tratar de questões pessoais e ao lidar com os outros, deveríamos estar sempre prontos para ser “desprivilegiados”, já que esse é o melhor meio de conquistar o respeito e a admiração das pessoas, assim como é o caminho para alcançar sucesso na vida.

Vantagens e desvantagens

Muitos golpes têm sido aplicados na praça, em que as pessoas acabam perdendo todas as suas economias. Na verdade, isso acontece porque elas têm a intenção de obter vantagens sobre as outras e, iludidas pela cobiça por uma grande fortuna, acabam sofrendo as conseqüências de seus atos. Inversamente, alguns podem parecer estar em enorme desvantagem no que fazem e, ainda assim, acabar se tornando os verdadeiros vencedores. Na China antiga, o Grande Yu, fundador da Dinastia Xia, era o encarregado de supervisionar as enchentes. Em certa ocasião, estava tão envolvido com seu trabalho, que não conseguiu ir para casa, mesmo depois de ter passado três vezes pela porta. Por ter trabalhado pelo bem-estar de seus compatriotas, foi escolhido para ser seu imperador.

Há uma história chinesa sobre dois espíritos prontos para renascer como humanos. O Rei do Julgamento do Inferno disse a eles que poderiam optar por renascer como pessoas que doam ou que recebem. O que optou por renascer como doador nasceu em uma família abastada e viveu uma vida de generosa doação, enquanto o outro nasceu como mendigo e passou a vida pedindo esmolas para viver.

Respeito

Moral da história: para aquele que sabe doar e não está preocupado com a falta de privilégios, a vida é plena de riqueza; para aquele que vive fazendo contas e só sabe receber sem dar nada em troca, o destino reserva uma vida miserável. Assim, o fato de ter privilégios não resulta, necessariamente, em uma situação privilegiada, e vice-versa. Na verdade, não ter privilégios é o caminho para ser privilegiado. Se tivermos visão e pensamento corretos, se respeitarmos as circunstâncias e dermos prioridade às necessidades dos outros, mesmo que, num primeiro momento, estejamos em desvantagem, o princípio de causa e efeito trará resultados positivos no final. Isso simplesmente porque o que devemos receber é o que de fato receberemos, independentemente da aparência superficial das coisas. O ditado chinês: “A fortuna está na ausência de privilégios” é a essência da sabedoria dos antigos.

 
Pensamentos

“O arrependimento faz florescer a virtude.
Agir de acordo com as causas e as condições leva ao êxito.”

“A arrogância revela ignorância.
A modéstia transpira contentamento.”

* É o 48º patriarca do budismo chinês da escola
Ch’an. Fundador do Monastério Fo Guang Shan,
em Taiwan, e do Templo Zu Lai, em Cotia (SP),
cujas raízes são do Budismo Mahayana, que enfatiza a aproximação
da natureza búdica ao alcance de todos.

© Copyright 1992 - 2015 - Portal NippoBrasil

Todos os direitos reservados - www.nippo.com.br


10 usuários online


Redação: editor@nippo.com.br

Diretoria: diretoria@nippo.com.br

Vendas: anuncie@nippo.com.br

Tel: (11) 9 5371 4019 (TIM)